Lisboa, Portugal: Imagens

O que esperar de Lisboa? Bom, não diferente de todas outras capitais da Europa, Lisboa é uma cidade histórica com um caráter de museu ao céu aberto e com um toque de nostalgia. Entretanto Lisboa tem um encanto fora do comum, onde se vê 800 anos de influências culturais diversificadas misturadas com um estilo de vida tranquilo dos portugueses. Além poder falar português, o que mais me encantou em Portugal foi a receptividade do povo! Fiquei impressionado com a educação, hospitalidade e curiosidade dos portugueses em relação aos brasileiros. Assim como na França, eu esperava uma certa arrogância misturado com um ar de superioridade (afinal eles estão na Europa, e nós em um continente atrasado com uma vizinhança ruim). Estava enganado! A educação dos portugueses me lembrou muito os Uruguaios: receptivos, tranquilos e bem humorados. Mais um estereótipo desmistificado. A cidade? Simplesmente aconchegante. Temperatura agradável mesmo no inverno e com muitas coisas interessantes para aproveitar.

Primeira dica sobre Lisboa: a regra dos três dias não se aplica! Sempre que vou visitar uma cidade que não conheço, sempre utilizo a seguinte regra: três dias são suficiente para conhecer a cidade sem enjoar dela. Como no caso do Córdoba, Argentina onde fiquei por quatro dias e já não sabia o que fazer mais. Claro, esta regra tem exceções, tais como Londres e Paris, cidades as quais recomendo cinco a sete dias para poder curtir a cidade. Bom, Lisboa não chega a tanto, mas quatro dias dá para curtir muito a cidade. Lisboa foi considerada um dos 25 destinos para se visitar na Europa, em 16 lugar, de acordo com o TripAdvisor. Um dos principais fatores é sua localização privilegiada.

Outra facilidade de Lisboa que você pode fazer tudo a pé, a cidade é fácil de navegar, limpa e segura. Por isto a localização do hotel é importante. Então, onde ficar em Lisboa? Eu fiquei no Bairro do Chiado no Brown’s Downtown Hotel. Ótimo hotel! Era bem moderno que parecia uma loja de decoração. Todos os quartos tinha um iMac de 27″ polegadas e um iPad, e Internet gratuita. O hotel fica a duas quadras da estação de trem Baixa/Chiado e a poucas quadras da Praça do Comércio, do Castelo de São Jorge, de diversas lojas e também do Bairro Alto, onde tem um monte de baladas, bares e restaurantes. Isto tudo a 15-20 minutos de caminhada do hotel. O único problema do hotel é que não tem café da manhã, mas tem diversas pastelarias (confeitarias) ao redor, ou para quem quiser aproveitar para sair conhecendo a cidade, não deixe de ir na Fábrica de Pastéis de Belém.

lisboa_pasteis

Pasteis de Nata! Observe o bigode do Manuel. :)

Aqui outra dica, ao visitar a confeitaria não se preocupe de comprar os pasteis para trazer para o Brasil! Eles são feitos para serem saboreados na hora! Depois eles ficam moles e sem o mesmo gosto, recomendo comprar os pasteis de nata no aeroporto mesmo. Um fato curioso, o nome do doce é pasteis de nata, mas também apelidado de pasteis de Belém pois a receita foi criada na Fábrica dos Pastéis de Belém, ao lado do Mosteiro dos Jerónimos. Dizem que o doce foi criado pelo monges que usavam clara de ovo para engomar os colarinhos, mas o fato é que a Fábrica dos Pastéis de Belém guarda a receita secreta da confecção e preparação dos pastéis de nata e os mestres pasteleiros assinam um termo de responsabilidade e fazem um juramento em como se comprometem a não divulgar a receita.

Agora vou deixar vocês com as imagens de Lisboa. Depois sugiro que visitem o poste sobre Macau, China e vejam a semelhança com a cidade.  Até uma próxima!

Deixe seu Comentário