Córdoba, Argentina: Gastronomia e Etílicos

Além de desbravar marcos históricos e atrações turísticas, também é necessário explorar a gastronomia e os etílicos para sentir o clima da cidade. Neste ponto, a culinária argentina é uma das melhores do mundo com forte influência italiana e espanhola juntamente com a tradição da região dos pampas. O assado Argentino é considerado um dos melhores do mundo. E mesmo sendo gaúcho, posso afirmar que o bife de chorizo (ou contrafilé assado) é imbatível, assim como outros cortes. Sem comentar os vinhos da região de Mendoza, que estão entre os melhores do mundo. O Malbec, que por causa do terroir, possui baixa acidez é conhecido internacionalmente. Por isto, cidade de Córdoba é muito conhecida pelos seus restaurantes, cafés e bares, assim a vida noturna que atende todos os gostos.

Filé de Lomo – La Parilla del Raul

Uma coisa que eu realmente gosto na Argentina (assim como em outros países latinos) é fato que 11 horas da noite é um bom horário para sair jantar, e não tem nada errado se você quiser ficar até uma ou duas da madrugada conversando com os amigos. O mesmo ocorre com o almoço, duas ou três da tarde? Tudo certo! A influência espanhola é a causa disto, o que eu realmente aprecio e também favorece quem está a turismo. Não precisa preocupar-se em jantar até as 21 horas como ocorre nos Estados Unidos. Eu poderia escrever um post inteiro falando como o evento jantar nos Estados Unidos é irritante. Talvez até escreva sobre isto, mas de volta as delicias da Argentina.

Córdoba possui ótimos restaurantes, seguem alguns deles que fui e recomendo.

Restaurante – La Parilla del Raul

No primeiro dia fomos no La Parilla del Raul (Bv. San Juan 72) por indicação do recepcionista do hotel. Pegamos um táxi mas o motorista decidiu nos levar em outro lugar primeiro (!). Disse ele que confundiu o endereço, já ouvi esta história antes. Bom, demos um jeito de chegar no lugar. O lugar estava bem cheio mesmo sendo 23 horas. Infelizmente, não tinha o Bife de Chorizo (contrafilé). Então pedi um Lomo Assado com Papas Souffle que vocês pode conferir na primeira foto. A carne que podia ser cortada com o garfo. Tomamos um vinho Malbec Rouble Estancia Mendoza já ganhávamos uma garrafa de brinde. Excelente vinho. O restaurante tem uma boa adega. O único problema do lugar é o ambiente. Ele é muito claro e um pouco barulhento. O preço é bem adequado, ARS 150. Recomendo, mas não para um jantar romântico.

 

Fast Food – Mega Döner

Já que o café da manhã do hotel era bem vigarista, logo deu fome e encontrei o Mega Döner que servem kebabs. Para quem não conhece, Döner Kebab é uma comida de origem turca muito parecida com o shawarma árabe (pronuncia-se shoarma). Se você não conhece nem um dos dois, pare de ir no McDonald’s pois você não sabe o que está perdendo. O kebab é churrasco turco onde fatias finas de frango ou carne são assadas em um espeto vertical e servidas em um pão sírio enrolado (döner kebab wrap) ou em pão pita. Tinha uma promoção dois wrap e refrigerante por ARS 60. É um ambiente de lanchonete não espere luxo, mas altamente recomendável, tanto que até voltei lá.

Restaurante – Faustino Parilla

A ideia nem era jantar, apenas comer algum petisco em um dos restro-bares do Passeo del Buen Pastor, mas estava bem frio então acabamos entrando no Faustino Parilla. Desta vez consegui o meu Bife de Chorizo, na foto. Excelente restaurante, ambiente ótimo, mas caro. Os dois cortes com acompanhamento custou ARS 230 e não aceitavam cartão de crédito. Recomendo mesmo, mas vá com dinheiro vivo.

Balada Pub – Black Sheep

Ainda no Passeo del Buen Pastor tem vários pubs: Colores Santos, Friend Sheep, Black Sheep. Não custavam nada para entrar (isto, Grátis). Tinha uma banda tocando onde a vocal cantava igual a Gwen Stefani e depois um DJ tocando electro-house. As bebidas tem um preço honesto, aceitam cartão de crédito, tudo certo. O que me surpreendeu foi o garçom que conversou comigo o tempo todo em inglês, a possibilidade de acontecer isto no Brasil é baixa. A especialidade do lugar é um drink com sorvete e baileys que segue a foto.

Restaurante – Il Gatto Trattoria

Pelo nome não preciso dizer que é restaurante italiano. O ambiente é bem legal tem um cardápio bastante completo, uma carta de vinho interessante, mas a massa à carbonara decepcionou. O que salvou foi o sorvete com oreo, doce de leite e calda de chocolate. Recomendo a sobremesa, a massa não.

Restaurante – El Club de la Milanesa

Sem explicação. Recomendo muito. Este restaurante é especializado em bifes milanesa com diversos molhos, como quatro queijos, carbonara, bolognesa… Argh! Fome! Recomendo muito o lugar, ambiente muito legal e preço honesto.

Café e Sorveteria – Soppelsa

Depois de caminhar pelo Passeo de las Artes, no bairro Güemes, uma boa pedida é tomar um café em uma das diversas cafeterias da região. Soppelsa é uma sorveteria e café, tem umas coisas deliciosas e fica a uma quadra da Starbucks. É bem mais interessante do que a Starbuck, vai por mim. Recomendo. Ai estão os minicakes de limão e mousse de chocolate. Eu preciso de um doce agora. Até mais.

Deixe seu Comentário